• lucianatascaadv

Advogando por trabalho e por amor


 

A advocacia é uma das poucas profissões que permite aos seus operadores conhecer as pessoas, seus sentimentos e as angústias vivenciadas nas mais diversas situações.


Conhecer os problemas e ajudar a encontrar as melhores soluções é, sem dúvida, engrandecedor. A experiência é gratificante, tanto por poder levar tranquilidade às pessoas, quanto por participar ativamente das discussões e mudanças sociais envolvidas em cada demanda.


No dia a dia da advocacia a frase de John Ruskin faz todo sentido: "A maior recompensa pelo trabalho não é o que a pessoa ganha, é o que ela se torna através dele".


É comum ouvirmos de clientes que deveríamos também termos formação em psicologia, porque é incrível como nos envolvemos e precisamos também resolver diversas questões que ultrapassam os limites processuais e atingem a vida de cada um.


É isso. O direito é uma ciência social: envolve as questões culturais e comportamentais, a fenomenologia e a psiquê humana. O direito exige do profissional a capacidade de observação, interpretação e empatia. A capacidade de leitura e entendimento não apenas do conflito jurídico, mas as causas sociais, que muitas vezes não podem se resolver em uma demanda.


É aí que entram as grandes questões que nos tiram o sono, que nos tomam grandes conversas e conflitos: quais são os problemas que valem uma demanda jurídica? Como resolver aqueles que não serão resolvidos no tribunal?


O crescimento e enriquecimento pessoal e profissional muitas vezes vêm de casos que não serão resolvidos no processo jurídico, mas na aplicação da Lei e dos Princípios de Justiça, Ética e do que é certo e errado em uma sala de reunião.


No nosso escritório acreditamos que a profissão não é apenas fonte de renda e sustento, mas, muito mais que isso, a ferramenta que temos para crescimento pessoal e participação ativa na sociedade, o que torna o nosso trabalho ainda mais gratificante!



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo